quinta-feira, 20 de maio de 2010

Ame a voce mesmo!


Viver uma verdadeira experiência amorosa é um dos maiores prazeres da vida. Gostar é sentir com a alma, mas expressar os sentimentos depende das idéias de cada um. Condicionamos o amor às nossas necessidades neuróticas e acabamos com ele. Vivemos uma vida tentando fazer com que os outros se responsabilizem pelas nossas necessidades enquanto nós nos abandonamos irresponsavelmente.

Queremos ser amados e não nos amamos, queremos ser compreendidos e não nos compreendemos, queremos o apoio dos outros e damos o nosso a eles. Quando nos abandonamos, queremos achar alguém que venha a preencher o buraco que nós cavamos. A insatisfação, o vazio interior se transformam na busca contínua de novos relacionamentos, cujos resultados frustrantes se repetirão.

Cada um é o único responsável pelas suas próprias necessidades. Só quem se ama pode encontrar em sua vida Um Amor de Verdade.

Zíbia Gasparetto

segunda-feira, 10 de maio de 2010

Dias Nublados

Esses últimos dias aqui na minha cidade o tempo esta amanhecendo nublado. Não entendo o motivo mas sempre me da uma sensação de conforto, de paz comigo mesma. Deve ser os cobertores que me aquecem, que me deixa com esta sensação de segurança. Com o tempo assim, nada melhor que uma bebida bem quentinha e um poema claro. 






Dias nublados

Dias nublados sempre causam em mim uma estranha sensação,
como se estivesse só, nalgum país distante, exótico, passando mal e,
afastado da minha natureza ensolarada, à procura do meu sol...

Dias nublados e cinzentos, aprisionam no fundo do meu coração
sonhos alegres e coloridos, dentro da bruma escura, quase fatal;
no brilho mortiço do céu, no mar revolto e desprovido de farol...

Dia nublado me faz assim distante de tudo, sem rumo e sem ação;
com saudades, não sei do quê ou de quem, de algum sonho marginal,
num tempo perdido - do tempo total - conservado no formol...

Dias nublados são quadros pintados com a mão chorosa da tristeza,
desbotados de suas cores; exalando humores volúveis e, sem beleza...
Aimberê Engel Macedo