domingo, 24 de outubro de 2010

Quem sabe um dia eu aprendo...


É sempre assim... Um dia voce acha que vai dar tudo certo, quando derrepente explode uma bomba e não se sabe o que fazer. 
Essa bomba vem destruindo tudo. Todos os planejamentos, todos os sonhos, todo o futuro imaginado e o passado repentino. 
O jeito é aprender a viver essa vida maluca onde os altos e baixos são muito frequentes, avassaladores e destruidores. 
Tudo que eu peço, é que a minha linha neste grafico seja sempre reta. E assim, eu posso viver, enfim.

Carla A. Flor

domingo, 10 de outubro de 2010

Eu gosto do impossivel... (Bob Marley)



Eu gosto do impossível, tenho medo do provável, dou risada do ridículo e choro porque tenho vontade, mas nem sempre tenho motivo.
Tenho um sorriso confiante que as vezes não demonstra o tanto de insegurança por trás dele.
Sou inconstante e talvez imprevisível.
Não gosto de rotina. Eu amo de verdade aqueles pra quem eu digo isso, e me irrito de forma inexplicável quando não botam fé nas minhas palavras.
Nem sempre coloco em prática aquilo que eu julgo certo.
São poucas as pessoas pra quem eu me explico...
Bob Marley